5 dicas para evitar intoxicação alimentar

A intoxicação alimentar é bem comum, pois nem sempre os alimentos estão totalmente livre de bactérias nocivas. Previna-se dela com estas dicas

Tenha cuidado com o que você come!
Invista em proteínas!

Infelizmente os alimentos que comemos não estão em assepsia absoluta. Por isso, sempre existe um risco ponderado de desenvolvermos uma intoxicação alimentar. Fora de casa ainda é mais dramático e os casos de salmonela são relativamente frequentes depois de festas, batizados e casamentos. Reforce o seu organismo com estas medidas:

Tenha cuidado com o que você come!

Invista em proteínas!

Atenção aos ovos: são os principais portadores de bactérias, sobretudo a salmonela. Fora de casa evite comer ovos mal passados e sobremesas com ovos crus como a mousse de chocolate.

Higiene pessoal: mesmo que você não trabalhe em um restaurante, deve ter o máximo cuidado antes de preparar uma refeição. Lave cuidadosamente as mãos e mantenha as unhas limpas. Prenda o cabelo caso esteja cumprido e evite falar por cima da comida.

Evite contaminações cruzadas: não use os mesmos recipientes e utensílios para comida crua e comida cozinhada e mantenha as hortaliças na última prateleira do frigorífico.

Arrefece: se você cozinhou arroz, massa ou outro acompanhamento e sobrou, coloque-o imediatamente em um recipiente lavado que possa ir ao freezer e congele o alimento o quanto antes.

Nas compras: verifique se o peixe está fresco, ou compre peixe congelado. Siga uma linha orientadora no supermercado começando pelos não perecíveis como a mercearia. Se uma lata de conserva não estiver na validade rejeite-a imediatamente.

 

VEJA TAMBÉM:

Superação! Conheça duas mulheres que emagreceram com a corrida

Sem abdominais! 5 exercícios para perder barriga

Treino curto ou longo: o que vale a pena?

 

Recomendadas para você