4 problemas do dia a dia que são combatidos com alimentação

Ficar fora do peso, passar o dia mal humorado e com o sono desregulado: se alimentar corretamente fará com que você evite esses problemas!

Alguns problemas do dia a dia podem ser combatidos com a alimentação adequadas
Foto: Shutterstock

Os adeptos às atividades físicas, na maioria das vezes, também estão mais atentos aos benefícios de uma alimentação saudável. No entanto, manter uma alimentação balanceada, incluindo refeições 100% naturais e livres de conservantes e aditivos no cardápio, evita problemas que vão além do ganho de peso. Muitos especialistas afirmam que a dieta equilibrada, com ingestão de vitaminas e minerais, é capaz de favorecer e prevenir diferentes doenças.

A enxaqueca, por exemplo, pode ser amenizada com o uso de alimentos e chás, assim como a retenção de líquidos e até a depressão podem ser tratadas com auxílio de uma dieta saudável. Pensando nisso, Marcella Tomaselli, Nutricionista da Lucco Fit, trouxe 4 problemas que podem ser amenizados com uma escolha de vida mais saudável, na qual a alimentação rica em nutrientes tem papel fundamental:

1. Redução e manutenção do peso

Quando a necessidade é reduzir ou manter o peso ideal, os alimentos devem ser preparados sem excesso de sal, açúcar ou frituras, afinal, todos esses ingredientes, se usados de forma excessiva, poderão virar um problema. Pois, eles são responsáveis pelo aumento de calorias ingeridas e, consequentemente, o ganho de gordura. E é justamente isso que a alimentação saudável e natural propõe: um menu nutritivo, mas que nunca abre mão do sabor e da qualidade. De maneira geral, entre os ingredientes que favorecem uma alimentação equilibrada estão os peixes, oleaginosas, água, grãos, hortaliças e verduras.

2. Melhora do humor

Se você tem alteração de humor constante, dê preferência a alguns produtos que certamente farão muito bem à sua saúde emocional. Assim, alimentos como brócolis, couve, tomate, salmão, chocolate, linhaça, dentre outros, contribuem para a melhora no humor por ajudarem na produção de serotonina. A serotonina, por sua vez, é um neurotransmissor que regula, além do humor, o sono e o apetite, auxiliando até no processo de emagrecimento.

3. Equilíbrio Hormonal

As mudanças hormonais podem provocar instabilidades de humor, levando à depressão, a ataques de ansiedade, perda do sono e outros problemas, mas a alimentação é um forte aliado no tratamento dessas doenças, pois permitem regular os elementos químicos no organismo. Ingredientes como a linhaça, o alho e o brócolis, de fato, fazem esse papel de agentes reguladores, contribuindo para o equilíbrio hormonal. O mais importante é que os ingredientes sejam selecionados de forma que ofereçam todas as vitaminas e sais minerais que precisamos ingerir diariamente. Para isso, dê preferência por consumir os alimentos na forma in natura ou o mínimo possível processados, dessa forma, conseguimos preservar boa parte dos nutrientes da porção. Opte por frutas in natura no lugar de sucos, grãos como gergelim/linhaça/chia in natura para acompanhar seu iogurte ou salada, use azeite cru para acompanhar sua refeição já finalizada e por aí vai. Estes são alguns exemplos de como conseguir se alimentar de maneira equilibrada e aproveitar todos os benefícios que uma dieta nutritiva oferece.

4. Sono

Quando falamos em alimentação e sono, estamos sinalizando que manter uma alimentação equilibrada e nutritiva é um fator de extrema importância para garantir uma noite tranquila. O sono de má qualidade impede o corpo de regenerar as células, ou seja, de produzir celular novas para manter o bom funcionamento dos órgãos do corpo. A consequência disso, a curto prazo, é a falta de concentração nas atividades cotidianas, mas os maiores problemas aparecem a médio e longo prazo, como: baixa imunidade, favorecimento do desenvolvimento de doenças crônicas e envelhecimento precoce.

Pensando em melhorar a qualidade do seu sono, o recomendado é que você faça a última refeição com alimentos leves, pelo menos 3 horas antes de dormir. Essas são algumas sugestões: Alimentos ricos em vitamina C, em triptofano, em carboidratos complexos e também em vitamina B6.

Estes exemplos acima contribuem para o bom funcionamento do organismo antes do sono, sem favorecer a produção dos hormônios relacionados ao estado de alerta. Afinal, não é essa a intenção! Já quanto aos alimentos para evitar antes de dormir temos: café, bebidas energéticas, chocolate e gengibre.

Os comentários estão desativados.

Recomendadas para você