De obeso a maratonista no deserto: conheça a história de Augusto Almeida

Augusto Almeida pesava 118 kg e hoje incentiva centenas de pessoas com a sua história de superação através do esporte

antes e depois
Foto: Divulgação

Antonio Augusto Almeida tem uma história incrível de antes e depois da corrida. Ele sempre gostou de esportes, mas devido à correria do dia a dia tornou-se sedentário. Pesando 118 quilos, o administrador de empresas ganhou alguns problemas de saúde devido a obesidade. Certo dia, após comer em uma churrascaria, Augusto – como é mais conhecido – passou mal a ponto de ir parar no hospital. Depois desse dia, ele decidiu que era a hora de virar o jogo.

Muito determinado e focado, ele começou a dar os primeiros passos na mudança do estilo de vida. A medida que perdia peso, começou a correr e naturalmente vieram suas primeiras provas, as quais fizeram com que ele seguisse se superando a cada dia. “Nunca usei nenhum remédio para emagrecer. Não tenho nada contra quem recorre a medicamentos e até procedimentos para perder peso, mas eu, além de praticar atividade física todos os dias, fiz uma reeducação alimentar”, conta ele.

Hoje, aos 47 anos de idade, Augusto é um verdadeiro atleta com mais de 230 provas no currículo, dentre elas 12 maratonas e uma ultramaratona. Além disso, ele também é palestrante do projeto “Eu Sou da Corrida”, que incentiva milhares de pessoas a praticarem atividade física. “A corrida pode mudar vidas, pode transformar. Aconteceu comigo e é o meu exemplo de vida que levo para as palestras. São benefícios que refletem positivamente não apenas na saúde física, como também na vida pessoal, social e profissional”, afirma.

Veja fotos do antes e depois de Antonio Augusto

Novos desafios de Augusto

Depois que começou a correr, Augusto usou toda sua coragem para disputar duas vezes a Maratona do Atacama, no Chile, o deserto mais seco do mundo. O administrador gostou tanto da experiência, que está se preparando para participar da primeira Maratona no Saara, em novembro.

“Para ser maratonista é preciso garra, dedicação, disciplina, força de vontade e planejamento estratégico. Só assim para correr e chegar ao final de uma maratona como a do Atacama, que tem fama de testar os limites do corpo humano. Correr em qualquer deserto do mundo já é um desafio para qualquer atleta, imagina, então, desafiar um deserto a 2.400 metros de altitude e com umidade beirando os 5%? É lutar contra a adversidade o tempo todo. É superação”, relata.

Serão 42 quilômetros pelas dunas de Erg Chebbi, no Marrocos. As temperaturas podem chegar a 50°C durante o dia e -5°C à noite. Com toda a estrutura necessária para uma maratona desse porte, que inclui preparador físico, nutricionista, fisiologista, médico ortopedista e fisioterapeuta, ele treina indoor e outdoor onde mora, em Olímpia, no interior de São Paulo.

Projeto “Eu Sou da Corrida”

À medida que Augusto colhia frutos da sua dedicação ao atletismo, ele também sentia a necessidade de compartilhar sua superação com outras pessoas. E foi assim que ele começou a ministrar as palestras. Em 2013, oficializou o projeto “Eu Sou da Corrida”, que incentiva as pessoas a praticarem atividade física.

No currículo, já são mais de 130 palestras entre empresas de diferentes áreas. Inspirado em sua própria história de vida, Augusto já planeja mais um projeto, o “Corra com o seu filho”.

Você também tem uma história inspiradora para compartilhar que mostre o seu antes e depois? Envie pra gente! Quem sabe você não é o próximo a aparecer por aqui?

Os comentários estão desativados.

Recomendadas para você