Transformação através da corrida: empresária perde 25kg e combate hipotireoidismo com o esporte

A atividade não apenas mudou o corpo de Sinara, como também a sua vida; veja mais

transformação através da corrida
Foto: Reprodução/Instagram

A transformação através da corrida de Sinara Piassi Salatiel não aconteceu da noite para o dia. Apesar do esporte estar presente em sua vida desde a infância, a mineira não havia tornado aquela atividade parte de seu cotidiano.

Os 5km que fazia aos 15 anos eram a substituição dos treinos de handebol, que não aconteceria naquele dia. “Corria sem saber que no futuro correria ainda mais”, conta a jornalista. Durante a adolescência, Sinara tinha uma vida ativa até iniciar o ensino superior, quando parou para se dedicar aos estudos.

A pausa foi um pouco longa, mas foi interrompida no ano de 2013, quando Sinara descobriu que estava com hipotireoidismo. Na época, ela estava com 24 anos e foi alertada pelo médico que aos 40 seu metabolismo teria 80 anos. “Ele foi minha primeira motivação, ao recomendar uma atividade de alta intensidade”, disse.

Diante da notícia e de 25kg obtidos em um ano por conta da doença, Sinara resolveu voltar a fazer o que já sabia: correr. “Comecei andando e tinha dia que 200m me deixavam ofegante”, contou a mineira, que hoje corre longas distâncias, como 35km.

Se o condicionamento físico foi uma dificuldade, a jornalista e empresária também enfrentou outras com relação a alimentação. “Precisei adaptar não apenas as minhas comidas, mas as das pessoas com quem convivo”, conta. Sinara precisou ensinar familiares e pessoas próximas sobre seus hábitos alimentares, que já eram bons antes da corrida, mas que precisaram ser ainda mais específicos por conta do esporte. E por gostar muito de competir ela não abre excessões na dieta, apenas após as provas, como uma forma de recompensa.

Além desses sacrifícios, Sinara não consome mais álcool por conta da corrida. “Essa foi a parte mais difícil, porque me acharam antissocial e até todos entenderem levou tempo”.

Engana-se quem pensa que a atleta lamenta ter que abrir mão dessas coisas, pois foi no esporte que Sinara se descobriu. Hoje, aos 28 anos, ela conta como sua transformação através da corrida também fez parte de um autoconhecimento. “Antes eu brincava, mas hoje eu levo a sério. É algo que me faz feliz”, conta. E termina dizendo: “A corrida une pessoas e deixa a vida mais saudável, a única coisa ruim são as lesões”, brinca.

Confira a transformação através da corrida de Sinara Piassi:

Ficou inspirado com essa transformação através da corrida da Sinara? Então não deixe de contar a sua história para a gente também.

Os comentários estão desativados.

Recomendadas para você